Um BDSM para chamar de meu

 

bdsm

Anúncios
Post Destacado

Eu era um impulso da natureza, um impulso em direção ao incerto, talvez do novo, talvez do nada, e minha função era apenas deixar que esse impulso atuasse, nascido das profundezas primordiais, sentir em mim sua vontade e fazê-lo meu por completo. Esta, e somente esta, era a minha função.

 

tumblr_o4937dhIgd1re8le6o1_1280

Quem medirá o chapéu e a violência do coração dos poetas quando capturados e aprisionados no corpo de uma mulher?”
VIRGINIA WOOLF

20840902_330999570679627_229662421982950506_n

Foder a mente de uma mulher é um vício de refinados conhecedores, os outros se contentam apenas com o corpo.

Charles Bukowski

20786254_328273600952224_1280315918_n

Amor e Desprezo

Sabe, por exemplo, que a amo até a demência, permite-me até falar-lhe da minha paixão, e naturalmente, não haveria um meio de expressar mais intensamente o seu desprezo por mim do que com esta permissão de lhe falar do meu amor, sem qualquer obstáculo ou contenção.

— Dostoiévski

19756684_315019778944273_7219943338360235678_n

Sou assim…

Sou assim. Sou carnal!
As palavras se vão ao primeiro sopro de vento.
Eu sou para os beijos.
Os beijos intensos, que me arrancam a pele.
Os beijos ásperos, que me rasgam a alma.
Eu sou para os abraços.
Os verdadeiros.
Aqueles que gritam “Você é minha!”

19029648_302372863542298_7451548647985843152_n

Blog no WordPress.com.

Acima ↑